Prémio SPM de Carreira e Reconhecimento

O reconhecimento da excelência na inovação tecnológica e investigação científica na área de Materiais faz parte da missão da Sociedade Portuguesa de Materiais.

Para a prossecução deste objectivo foi instituído em 2015 o Prémio SPM de Carreira e Reconhecimento com o intuito de reconhecer, encorajar e promover a excelência nas actividades de ensino, desenvolvimento e investigação, inovação e produção industrial na área dos Materiais em Portugal.

A SPM vai atribuir pela terceira vez, no MATERIAIS 2019, o Prémio de Carreira e Reconhecimento. 

Todos os Sócios da SPM devem participar na escolha de nomes para este  Prémio.

Conforme o regulamento:

1.   Os candidatos ao Prémio SPM de Carreira & Reconhecimento deverão ser nomeados por sócios da SPM.

2.   Uma nomeação ao Prémio SPM de Carreira & Reconhecimento pode ser efectuada por qualquer membro da SPM com qualificações para avaliar, realçar e validar as qualidades científicas e tecnológicas do nomeado. Em cada edição, cada sócio pode submeter apenas uma nomeação, ou carta de suporte a nomeação, para o prémio..

3.   As nomeações para o Prémio SPM de Carreira & Reconhecimento serão analisadas por uma comissão de atribuição do prémio que proporá os nomes dos possíveis homenageados ao Conselho Directivo da SPM. A comissão será constituída pelo Presidente da SPM em exercício, ou por um membro do mesmo CD indicado por este, e por duas figura de renome tecnológico e/ou científico nacional a nomear pelo Conselho Directivo da SPM.

Para submeter uma candidatura (até 31 de Outubro):

O pacote de informação deve ser enviado electronicamente em formato PDF para:

Secretariado da Sociedade Portuguesa dos Materiais manuela.oliveira2@gmail.com e deve incluir:

  • Carta de nomeação (máx. 2 páginas A4)

A carta de nomeação do candidato ao prémio deve descrever a actividade que foi desenvolvida pelo nomeado na solução de problemas tecnológicos e científicos e na promoção dos Materiais no panorama nacional. Se possível, deve vir acompanhada com o curriculum vitae do nomeado.

  • Cartas de apoio (máx. 1 página cada)

2 ou 3 cartas (máximo) de apoio à nomeação. O propósito principal destas cartas é evidenciar por partes terceiras os principais feitos do nomeado, em particular aqueles não referenciados nos documentos de suporte à nomeação. As cartas de apoio podem ser individuais ou escritas por instituições às quais o nomeado não esteja directamente ligado.